A ORLA

A Orla

A orla sorri com os dentes tortos,
Cuspindo navios em direção do azul.
Castelos de areia, crianças de plástico,
Pipas de pedra amaldiçoam o céu…

E eu só queria fazer uma poesia
Que o vento pudesse levar embora.

Espreguiçadeiras bocejam a humanidade,
Pontes de safena erguidas no vazio.
Mas o meu coração é um pássaro,
Um salto que o cansaço não pode abater…

E eu só preciso fazer uma poesia
Que seja capaz de me levar embora.

~ por jeronimooo em março 3, 2016.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: