QUANDO POUCO É MUITO

Quando Pouco é Muito

Toda vez que um pássaro morre
Um fragmento do infinito se solta
E quebra no chão.
Mas não pares agora,
Descalce o pesar dos teus pés
E continues um pouco mais.
O céu está distante…
O céu está sempre distante!
Mas a tua insignificância sabe
Que é aos poucos que se consegue
Ter asas de repente
Para ressuscitar o horizonte do mundo.

~ por jeronimooo em dezembro 14, 2015.

Uma resposta to “QUANDO POUCO É MUITO”

  1. Que beleza!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: