BECO

 

Beco

Quando o canto mais escuro é uma estrada
E a escuridão é um acelerador que os meus pés empurram
Enquanto caminho através do corredor
Até a porta dos fundos.

Quando fechar os olhos é acender uma luz
Para as minhas mãos tornarem-se os olhos que visualizam
O ouro que a noite guardou
Nas pedras de uma avalanche.

Quando quanto é tudo o que ofereço
Sem esperar nada em troca.
Quando o tanto que caio
É o mesmo tanto que as minhas asas podem abrir.

Quando o encontro é o desencontro
Entre o ponteiro e o tempo…

Quando eu,
Multiplicando o meu vazio,
Te encontro no meio da multidão.

Anúncios

~ por jeronimooo em março 25, 2013.

2 Respostas to “BECO”

  1. Como sempre divino!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: