O FAZEDOR DE PÁSSAROS

Não quero dedicar o meu grito a um mundo encerrado num quarto escuro
Abra a janela, escancare os dentes, arranque o disfarce e me desafie

Tudo que sobrevive ao golpe da realidade torna-se a própria realidade

Por isso não preciso defender a minha loucura
Por isso não preciso proteger o meu amor
Tudo que sobrevive a qualquer entrega
Está pronto para sublimar a queda

E voar.

 

Anúncios

~ por jeronimooo em julho 16, 2012.

2 Respostas to “O FAZEDOR DE PÁSSAROS”

  1. Palavras pro mundo, atos externos. São desejos necessários, mas que necessitam de tempo para serem realizados. A fúria interna as vezes é irremediável, insuportável, porém crescimento.

    “A dor é presente do divino, é reflexão irremediável e oportunidade que não se vê.”

    Que saibamos agir e caminhar com tempo. Grande beijo.

  2. Lindo, lindo, lindo. Tudo que sobrevive, vive.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: