PORTUS CALE

Desamarro brisas
Folhas de outono
Linhas arabescas
Janelas partidas

Indecifro nuvens
Respondo-me azul
Profundo, mortal
Homem-céu ao mar

Venho velejar-me
Revoar mergulhos
Tocar as pérolas
Sentir as raízes

Venho e não fico
Passo pelo pátio
Azulejos etéreos
Sonhos quebrados

Desperto-me naufrágo do mundo.

Anúncios

~ por jeronimooo em abril 4, 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: