REFLEXO

Como ignorar o céu
Quando se tem asas
E uma melodia azul?

Eu sou o abismo
Eu sou a queda

Como acordar o mar
Revirar os mapas
E não se encontrar?

Eu fui a concha
Eu sou a pedra

O som da colisão
O barco à deriva
Os olhos abertos

Eu fui a mira
Eu sou a flecha

Afundando no sol
Abrindo a janela
Acertando em cheio

No centro do peito
No meio do nada

Eu fui o fim
Eu sou o que resta de mim.

Anúncios

~ por jeronimooo em março 17, 2012.

Uma resposta to “REFLEXO”

  1. Continuemos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: