PÁGINAS

Estradas valsam por entre a paisagem
Erguendo desertos de poentes sinuosos
Lampejos de cidades que deslizam (e somem)
Descobrindo o corpo veloz da solidão

Mas a alma do vento já partiu e já chegou
Nascemos e morremos no meio dessas curvas
E nos reencontramos com os olhos arregalados
Sempre no início, sempre no primeiro passo

A poeira ultrapassa as páginas que escrevo
As cinzas interpretam a chama que sustento
Nunca teremos palavras para habitar distâncias
O que precisa ser dito precisa antes ser uivado

Mas as estradas continuarão dançando espaços
O vento continuará virando todas as páginas
E nenhuma conclusão nos levará de volta pra casa
E nenhum final pode terminar uma história.

 

Anúncios

~ por jeronimooo em março 8, 2012.

Uma resposta to “PÁGINAS”

  1. “E nenhuma conclusão nos levará de volta pra casa
    E nenhum final pode terminar uma história.”

    E isso é Somente a Verdade !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: