CORVO

Seus olhos abrem asas e voam
Investigam as luzes das ruas
E retornam derramando sonhos

Penas negras flutuam na sala
Portas farfalham no corredor
E um brilho vívido que pousa

Incendeia a noite como um sol.

Anúncios

~ por jeronimooo em fevereiro 2, 2012.

Uma resposta to “CORVO”

  1. muito bom, da-lhe corvo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: