CASTELO

Anoitecem portas abertas neste corredor
O vento entra e o vento também sai
Eu tento dizer tudo que sinto
Mas é apenas um suspiro

A chama oscila mas nunca se apaga

Resplandecem escadas no fim do corredor
Estrelas explodem, estrelas nascem
Fagulhas enfeitam o infinito
Veja, nada está perdido

O encanto vacila mas nunca se afasta

Um dia construí um castelo
Aqui, na beira do mar
Tudo foi destruído
Menos a torre

Sempre privilegiarei os sonhos mais altos.

Anúncios

~ por jeronimooo em dezembro 26, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: