VÔO RASANTE

O seu olhar estava caindo
Asas de pálpebras abatidas
Mas antes de tocarem o chão
Você se lembrou das estrelas

Voar é não perder o infinito de vista.

Anúncios

~ por jeronimooo em novembro 18, 2011.

3 Respostas to “VÔO RASANTE”

  1. Esses versos são a tradução perfeita dos meus voos.

    As estrelas é sempre o me faz voar
    Mas ainda não encontrei a minha
    E quem sabe num voo qualquer eu me depare com ela

  2. Bonito demais! Esses versos me fizeram lembrar de muita coisa….
    principamente de que manter a visão do infinito não é suficiente – é preciso mergulhar nele, tocar tudo, ser o próprio infinito. Engraçado como gostamos de esquecer coisas simples como essas. Quero ter mais consiência dos meus voos.. bjoo, sabrina

  3. maravilhoso.

    um beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: