SOPRO DE VIDA

 

Através das ruas e becos, dos poços mais puros
E das pontes monumentais que costuram cidades

Ali, na foz de toda voz que se levanta e canta
Ou aqui, bem aqui, nas digitais desta vidraça

E também no além dos mares de quem nunca voltou
Nos mergulhos mais profundos, olhos que se cruzam

Por entre os espaços desabitados de meus passos
Nos subúrbios de um reino sem rei, sem limites

Cem vezes mais perdido, cem vezes mais apaixonado
Aqui, bem aqui, na transparência destas palavras

A despeito das muralhas e das fronteiras do tempo
Um coração continua pulsando no corpo intangível,
Invencível,
Do vento.

 

Anúncios

~ por jeronimooo em julho 18, 2011.

Uma resposta to “SOPRO DE VIDA”

  1. sopro de saudade amigo….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: