TIPOGRAFIA DO INFINITO

Escrevi estradas que nunca chegam
Perdi o ponto final já no começo
Rasurei as placas de sinalização
E acidentei o desconhecido no olhar

Veja
O horizonte é uma linha de uma página sem fim

Sublinhei paisagens nos dias de sol
Tatuei na pele douradas reticências
Assinei passos que a chuva diluiu
Pegadas aquareladas na tela do chão

Mas veja
O infinito imprime poesias nos abismos da vida.

 

Anúncios

~ por jeronimooo em junho 3, 2011.

3 Respostas to “TIPOGRAFIA DO INFINITO”

  1. Ouve isso aqui, querido: http://tinysong.com/y7md

  2. Nossa… Que palavras magníficas e o sentimento que elas entoam é lindo! A vida nos proporciona a magia de transformá-la em poesia.

  3. eu querendo ser grande por um sistema
    aprendi com cristo toda essa senda
    escrevo e faço poesia
    tentando escrever meu nome
    nessa estoria infinita
    tento apenas colocar
    mais uma cratera nos olhos do luar
    tento o olho da virgem riscar
    por apenas no infinito acreditar
    uso linguagem finita
    para abrir uma porta desconhecida
    uso uma codificação já batida
    e chamo o que disso se afasta
    de mente que me alucina
    nossa, sou o preconceito
    nossa, sou apenas mais um livro
    de saramago
    querendo o horizonte do aleph magico…
    acredito na arte
    a mesma de pedro bial
    acredito numa dobra
    e como um macaco
    eu faço disso um jogral
    que acredito ser nagual!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: