A VOZ DA ESTRADA

 

Acorrentaram as pernas da estrada
E violentaram-na com fatalismos 
Itinerários pré programados
Destinos irreversíveis
Viajar tornou-se um corpo sem vida
Pois eles não acimentaram apenas os caminhos
Também a alma do homem foi pavimentada
Engessaram os nossos instintos
Engessaram a nossa curiosidade e o nosso assombro
E construíram cidades aonde o homem caiu de joelhos
E cada cidade tornou-se um monumento ao cansaço
Um imenso mausoléu para nós que já nascemos mortos
Mas de tempos em tempos a voz da estrada escapa
E eleva o seu chamado acima de todas as placas e avisos
Não como um grito mas como um arrepio
Sim, ela me chama agora mesmo enquanto escrevo
Ouço a sua voz queimando mapas no horizonte
Ouço a sua voz sussurrando trilhas no acostamento
E ela diz, com a boca repleta de ventanias:
“Eu chamo todos vocês que se perderam
Eu convoco cada desassossegado dessa trama
Todos os que sonham mais com os pés do que com a mente
Todos os que falam mais com os passos do que com a boca
Sejam a minha voz e abram caminho para fora de vocês
Sejam o meu coração e abram caminho para dentro do mundo
Sejam a minha busca e abram caminho para outros mundos
Sejam a estrada, meus queridos filhos
Sejam a estrada.”

 

Anúncios

~ por jeronimooo em março 17, 2011.

2 Respostas to “A VOZ DA ESTRADA”

  1. Eu que queria acordar a voz da estrada
    tambem pareço ter acordado a noz
    que causa o medo em minha manada….
    Minha alma foi pavimentada com cobre
    para ser ornamentada pelo Espirito que por ela corre…
    mas eu que fiz de minha inteligencia
    um caminho para o amor
    tambem fiz de meu corpo
    um fim para a existencia da dor….
    esperando na flor-de-lis uma esperança verde,
    o caminho de uma revolução tacita e renitente
    se nascemos mortos morreremos vivos
    se a cidade se cansou então que nasça
    O verde musgo no arvoredos outrora lividos…
    se a cruzada foi perdida
    que cada homem faça-se o muslim de sua propria sina,
    qual helena é Israfil que faz e desfaz essa trama/senda
    e por fim eu serei a voz
    que me acorda em cada nó desta sutil renda!

  2. Nossa, são sempre tão interessantes suas postagens. Eu me envolvo totalmente. Belíssimo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: