ALÉM DA MURALHA

 

Estive rabiscando nessa muralha
Palavras que te reescrevem livre
Correndo sem nunca olhar para trás
Como uma aeronave prestes a decolar

E decolando…

Te reescrevo com o vento em seu rosto
E a muralha ficando cada vez menor
Nada te fazendo tirar os olhos do sol
Nada me fazendo parar de te reinventar

Livre!

 

Anúncios

~ por jeronimooo em outubro 18, 2010.

3 Respostas to “ALÉM DA MURALHA”

  1. Toda perfeição pode ser elevada a algo mais…
    Essa música é perfeita – lembro da Nanda com ela. Leia com seu poema – perfeito – ao som dessa!

    Nada mais claro,
    no balançar dos ventos,
    nessa boca que carrega doçura,
    a certeza da mudança,
    essa que é derramada dos teus olhos…

    • Sou fã dos dois!
      Jeronimo, é sempre tão encantador o que você escreve. Sonha mais, viu?… ^ – ^
      E Nara querida, está na hora de dividir conosco sua arte, poesia foi feita pra ser entregue ao mundo!!! 😉
      Adoro vocês!

      Beijocas!

  2. Quando a muralha vai ficando cada vez menor eu não paciência de esperar ela sumir…pulo assim que dá! Livre! Lindo, Jerônimo! Mais uma vez!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: