ARGILA

 

Ela chegou coberta de lama
Recém moldada pelos caminhos
De estradas reais empoeiradas
Por onde iam e vinham tropeiros
Escravos, fugitivos, profetas
Mas ela era apenas alguém ali
Sozinha e toda coberta de lama
E seus olhos eram tão límpidos
Será que ela esteve chorando?
Ou ela era sempre assim, pura?
Seja como for, eu abri a porta
E então ela lavou a minha alma.

Anúncios

~ por jeronimooo em julho 24, 2010.

2 Respostas to “ARGILA”

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Nanda Corrêa, Jeronimo Sanz. Jeronimo Sanz said: Ela estava na porta, coberta de lama e com olhos tão límpidos… (Argila) http://tinylink.in/4UZ […]

  2. Todos os caminhos começam e terminam na transparência de um olhar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: