EL CÓNDOR PASA

Era uma vez… E uma única vez poderia bastar se não fôssemos tão ávidos por atravessarmos outra rua e entrarmos em outro ônibus que não se sabe para onde vai. Queremos desfazer as malas na gravidade zero, deixar tudo mais leve para que tudo se perca sem que se sinta falta de nada. Como pequenos pássaros que pousam em cima da mesa e vão pegando, um a um, os farelos de nossa recém adquirida satisfação. Mas isso logo passa e em seguida precisamos de uma vez mais, uma outra página em branco para o desjejum de pássaros maiores, cada vez maiores. El cóndor pasa. E nós continuaremos passando, de folha em folha, até que o fim da história sentencie de uma vez por todas que: “era uma vez…”

Anúncios

~ por jeronimooo em junho 15, 2010.

3 Respostas to “EL CÓNDOR PASA”

  1. e um novo volume, uma outra história de uma mesma história, comece…

  2. Muito bom! ;D

  3. Achei sua reflexão tão delicada!
    Gostei muito! bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: