MIRAÇÃO

 

E eu que não me esqueço
De acenar para você ver
Despido e sem tesouro
Eu me apresento para você
Não tenho pressa e nem relógio
A morte sabe o que eu não sei
Somente espero desse modo
Não mais voltar por onde andei

E foi por onde andei
Foi onde eu avistei
O mundo que sonhei
E o mundo que deixei

E eu que não te deixo
Adormecer sem perceber
Que tudo isso é só um sonho
Mas é tão fácil de esquecer
Em toda porta que não abre
Há o desenho de um olhar
Onça de fogo vigilante
Espera a hora de atacar

E foi por onde andei
Foi onde eu avistei
O mundo que sonhei
E o mundo que deixei.

Anúncios

~ por jeronimooo em abril 16, 2010.

Uma resposta to “MIRAÇÃO”

  1. “Digo: o real não está na saída nem na chegada: ele se dispõe para a gente é no meio da travessia.” João Guimarães Rosa

    Continue indo através dos mundos desse mundo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: