COMBUSTÍVEL

 

E mesmo que a chuva continue
E com ela a impossibilidade do sol
Faço disso um combustível
E queimo!
De dentro para fora
E queimo!
De dentro para dentro
Faço disso a minha roupa de gala
O meu terno reluzente
E as palavras que pronunciam o seu nome.

Anúncios

~ por jeronimooo em abril 10, 2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: