DIAFRAGMA

 

Essa febre está sendo orquestrada
O maestro é a sede no alto do telhado
Uma represa está prestes a explodir
Você pode ouvir o interlúdio?
Tambores de uma tarde quente
Poente que pulsa sob a pele
Artérias douradas, fluxo vermelho
Cromatismo de uma altura sem chão
Estrelas surgem, violinos crescem
E minha alma dança no centro desse palco.

Anúncios

~ por jeronimooo em março 19, 2010.

2 Respostas to “DIAFRAGMA”

  1. Dance! Antes de ver o mundo é preciso ouvi-lo!

  2. e o corpo dá o ritmo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: