PÁSSARO NEGRO

O murmúrio que começa
Por entre as sombras do silêncio
Uma escuridão que acorda
De dentro da própria escuridão
Abre os olhos, abre as asas
Esse quarto é pequeno demais
Abro as janelas, abro caminho
Sou leve demais para me conter
Rasgo o peito, risco um fósforo
Acendo o pavio de minha voz
E saio cantando através das distâncias.

Anúncios

~ por jeronimooo em fevereiro 19, 2010.

Uma resposta to “PÁSSARO NEGRO”

  1. Sim, está escuro. Tateio na escuridão em busca de algo que me acorde. Mas tudo o que eu consigo é ouvir. Algo que canta enquanto voa livre através de uma janela. Seria injusto colocá-lo em uma gaiola… portanto, o que me resta é aprender a voar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: