SEM FILTRO (DOA A QUEM DOER)

 

Quero me deitar em uma cama que nunca estive
Quero ejacular na iminencia urgente do agora
Preciso ir para o sul
Preciso aprender a me teletransportar
Mas essa noite sonhei que estava em João Pessoa
Voce era a última da fila
Voce foi a primeira a me abraçar de verdade
Estava rolando uma festa em alguma casa abandonada
Eu me sentia tão feliz que cheguei a me esfregar nas paredes
Marquei meu território como um cão sem dono
Mas eu sabia da insignificancia dos meus atos
De que adianta perseguir os carros se eles nunca param?
Está chovendo demais e todas as pontes estão caindo
Não posso me salvar
Não posso salvar ninguém
Preciso aprender a deixar tudo para trás
Eles dizem que o mundo é redondo
Isso não é maravilhoso?
Se eu continuar indo para o norte
Em algum momento chegarei no sul
Não me acorde agora, por favor
Estive me olhando no espelho
E agora sei que fui a pessoa certa na hora errada
Isso não é muito engraçado?
Sim, estou aprendendo a rir de mim mesmo
Olho para o meu mapa e ele é tão retangular
Em todas as bordas há um abismo que me recebe
Isso parece tão sério mas os deuses estão apenas brincando
Sou o brinquedo favorito de meu próprio destino
Queria ter um Ganesha na cabeceira de minha cama
Queria me deitar nessa cama que nunca será minha
Preciso correr mais de dez quilometros
Faria qualquer coisa para te acompanhar
Mas voce não quer ir para o sul
Preciso não precisar de mais nada
Pode rir se voce sentir vontade
Seria um alívio pois todos levam a sério minhas piadas
O mundo terminará retangular
E eu estarei ejaculando na cama de meu criador
Um abismo a mais em meu coração
Tenho asas que te fariam cair de quatro
Mas voce não me conhece o bastante
Ninguém jamais poderia me desvendar agora
Se eu continuar afundando
Em algum momento poderei respirar?
Pode rir pois isso é tudo que nos resta
O mundo terminará de repente
E não haverá tempo para nós mesmos
Colocarei minha cama em uma ladeira
E sonharei com a decolagem que a realidade escondeu
Sonharei com nós dois
Sonharei com o norte
Acordarei no sul
Aprenderei a sorrir
Aprenderei a chorar
E o mundo estará entre os meus lençóis
Mais uma coberta que irei descobrir
Mais um espelho que irei quebrar.

Anúncios

~ por jeronimooo em janeiro 7, 2010.

5 Respostas to “SEM FILTRO (DOA A QUEM DOER)”

  1. De tirar o fôlego! Afinal, somos humanos.

  2. Pois eu ao contrário, me debati a noite toda…de um lado para o outro da cama…como se resistir não fosse nada !

    “paraíso não existe
    …em nenhum lugar deste mundo
    no fim do mundo não há nada !
    não importa o quanto vc caminhe
    a mesma estrada continua pra sempre
    mas…
    se é só isso…
    pq eu tenho esta vontade de continuar avançando?”

  3. This is a song for a son
    This is a song for a sailor
    The best I ever had
    This is a song for a kid
    This is a song for a tailor
    Who stitched up my old hearts
    Who stitched up my old hearts

    And I
    I am one of many, many more to come
    Many more to come
    I am one of many, many more to come
    Many more to come

    This is a song for a dove
    This is a song for a blown out bird
    The kind that don’t return to the nest
    This is a song for a star
    This is a song for a space invader
    Who flew into the sun
    Never to return
    Never to return

    I am one of many, many more to come
    Many more to come
    I am one of many more, many more to come
    Many more to come

    This is a song for a son
    This is a song for a sailor
    The son I never had
    He sailed without a map
    This is a song for that kid
    This is a song for that tailor
    Who stitched up my old hearts
    Before I broke it all
    All apart

    I am one of many, many more to come
    Many more to come
    I am one of many more, many more to come
    Many more to come

    Ye daughters of the revolution
    Carry back your sons
    Carry them back home

    Ye daughters of the revolution
    Carry back your sons home

    This is a song for a son
    This is a song for a sailor
    The best I ever had
    He sailed without a map

    Smashing Pumpkies, Song For a Son

  4. É demasiadamente humano! Recrie o seu criador: “the child is the father of the man.”

  5. desculpe a expressão, mas foi a única que consegui: Foda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: