ESTILINGADA

 

vidraça

Derrube a lágrima
Quebre o feitiço
Desamarre a trança
Solte os cachorros
Jogue a semente
Adormeça em meu ombro
Pois agora eu sei
Toda raridade é de vidro
Agora eu sinto
Todo tesouro é de pedra
E agora eu não sei
Mas ainda sinto.

Anúncios

~ por jeronimooo em setembro 22, 2009.

2 Respostas to “ESTILINGADA”

  1. Sentir…saber com a alma…

  2. Bom dia. Descobri seu blog por “acaso”, gostei muito. Principalmente deste poema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: