LIMIT BREAK

 

monolith

Folhas caem
Raízes empurram
Estamos presos
Floresta devastada
Quero a potência de uma semente
Quero quebrar a minha casca

Terra treme
Febre crônica
Estamos delirando
Continentes em movimento
Quero a potência de uma dança
Quero tirar a minha máscara.

Anúncios

~ por jeronimooo em agosto 3, 2009.

7 Respostas to “LIMIT BREAK”

  1. O coração pulsando é como a semente
    Ou um embrião que com seu frágil bico
    Quebra a casca do ovo e berra
    Um grito surdo nesta floresta mercantilista

    Escute o bater do seu coração
    Sinta como essa vibração ecoa em todo o seu ser
    Tu és uma placa tectônica
    Se movendo, à deriva, neste oceano de magma

    Mantenha os olhos abertos mas a boca fechada
    Veja o que se lhe apresenta, sem julgamentos
    Quando tudo terminar, só restará você!

    (E o monolito? Uma simples influência!)

  2. “Por que voce nao tira sua fantasia de coelho?”
    “Por que voce nao tira a sua fantasia de homem?”

    Ou algo assim, em Donnie Darko

    Se eu tirar minha mascara, o que resta? Sera que tem uma cara verdadeira por baixo dela?
    So me restar cravar as unhas na carne e descobrir.

  3. o que há pra ser verdadeiro (ou não) já está ai…escancarado pra todo undo ver. Perca todas as esperanças…estamos sempre no limite…e o limite é isso mesmo !

  4. por baixo da pele, só alma…

  5. Por baixo da pele tem mais do que alma.

  6. Desculpa, mas isso ai ficou meio, er, dark-kitsch

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: