VÁLVULA DE ESCAPE

 

city of ruins

Vida…”

Concreto esparramado, grandes blocos de cimento e ferro retorcidos… Sacos de plástico enroscados em encanamentos expostos. Cacos de vidro boiando numa poça seca de algo irreconhecível. Poeira e fragmentos, migalhas inúteis do que antes definia a humanidade. Daraen seguiu em direção ao edifício mais próximo, hora escalando ruínas, hora desviando de imensas crateras que, com certeza, o engoliriam a uma desagradável viagem para os esgotos de outrora. Não queria descobrir o que se tornou agora o que antes já era repugnante. Após superar algumas colinas de entulho, chegou a uma rara planície onde encontrou uma placa de sinalização intacta, daquelas que avisam que é proibido estacionar. Achou aquilo tão engraçado que teve que parar por um instante. O riso logo se tornou histeria e no instante seguinte já estava arremessando pedaços de concreto na placa. Tentou sacudi-la, arranca-la do chão. Mas foi em vão.

Colocou a mochila no chão e deitou-se ao lado da placa. Reparou no céu. Parecia que algo ali também havia se perdido. Não existia profundidade e as nuvens não se moviam. Era um céu sufocante, de chumbo, com uma imensidão que apunhalava qualquer tipo de esperança. Daraen lembrou-se de algo muito remoto. Uma lembrança de uma de suas infâncias que remetia a um imenso galpão vazio. Na época sentiu-se tão pequeno ali, tão impotente, que correu imediatamente para fora.

Mas agora… Onde ficava lá “fora”? Fechou os olhos.

Já vi essa estrada antes
Quando caminhávamos contra o vento
Quando tentávamos
Desesperadamente
Voltar para casa
Mas aquela porta fechou-se para sempre
E agora
Atrás de nós
Estão somente as nossas pegadas
E o vento que vai apagando-as
Não temos passado
Nunca teremos futuro
Mas temos agora
Essa canção
E temos o Agora
Aqui nessa estrada
Por isso
Continue
Sacode o céu até eu sentir o chão
Despeja o universo em meu cálice
Até a última gota
Pois hoje sei que não iremos adormecer
Hoje vamos ver
O sol nascer.

 

Anúncios

~ por jeronimooo em junho 23, 2009.

7 Respostas to “VÁLVULA DE ESCAPE”

  1. tentar lavar o ar com nossas lágrimas…

  2. retiro o que falei
    não é um vulcão,
    é uma bomba nuclear, right …

    ahahhaaa 🙂

  3. Fantástico, envolvente, lindo, lindo, lindoo!!

  4. Esperando pelo fim do mundo?

  5. “the world ends and begins with you”

  6. um anônimo de palavras familiares!

  7. hj eu quero ver o sol!!!!renan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: