DE IGUAL PARA IGUAL

 

I-robot

Devolva-me o desafio
As cartas embaralhadas
O jogo sem regra
Da guerra sem trégua

Devolva-me o despreparo
As noites improvisadas
Fugindo sem pressa
Cavalo sem rédea

Devolva-me as ruas da cidade
Que eu te devolvo a verdade

Devolva-me o descontrole
As filhas apaixonadas
No escuro da festa
Uma chama sem vela

Devolva-me o desabafo
As armas recarregadas
Na flor na lapela
O perfume que resta

Devolva-me as ruas da cidade
Que eu te devolvo a verdade

Eu quero ser de verdade.

Anúncios

~ por jeronimooo em junho 13, 2009.

5 Respostas to “DE IGUAL PARA IGUAL”

  1. Devolva-me a sua verdade, que eu te devolvo a minha :]

  2. agora eu também tenho blog …

    de igual para igual 🙂

  3. seu desejo será realizado: vc será a verdade!

  4. aha! agora eu sei de que sentimento esse aqui veio.

    touché!

  5. Você é de verdade.
    Eu?
    Apenas espuma…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: