ATRAVESSANDO AS CORTINAS VERMELHAS

 

universum_Flammarion

No limiar de mãos que se soltam, naquele último refúgio do toque, me aproximei do palco e me despedi das cortinas que nunca se abriram. Constelações cativas, clareiras isoladas, montanhas e minas de diamante que valeriam um olhar apaixonado: iremos escapar por essa brecha, dolorasamente rubros, como sangue que desagua pela ferida de um mundo que agoniza nos braços de sua própria beleza. 
Não há um só momento que eu me arrependa de ter soltado as minhas mãos.

 

Anúncios

~ por jeronimooo em maio 19, 2009.

4 Respostas to “ATRAVESSANDO AS CORTINAS VERMELHAS”

  1. e voado!…

  2. somente a verdade

  3. as mãos soltas ainda encontrarão outras mãos, que as fortaleçam…

  4. e o show continua…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: