A ONDA

 

moon-child

Nas ruínas onde a lua desvenda o mar
Nuvens afundam e renascem como espuma
E é isso que vem Deslizando através das distancias
Um pedaço do céu que ainda não sabe voar
(Ela abriu os olhos)
É isso que chega Tocando tão suavemente
Que nem percebo que estou sendo levado
Caindo de um abismo que não tem pressa de cair
Nesse pedaço do mar que ainda não sabe mergulhar
(Eu abri os olhos)
E é isso que vai.

 

Anúncios

~ por jeronimooo em abril 15, 2009.

2 Respostas to “A ONDA”

  1. mar de morros!
    S2
    =)

  2. Maravilha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: