HOMEM AO MAR? HOMEM BALA!

 

logos

Ondas
E mais ondas
Sucessivas ondas
Irresistíveis sonhos que me cobrem
E me afogam lentamente
Nessa profundeza ilusória de respirar
De ser
De existir
Mas vejam só
Agora mesmo os meus pés tocaram o fundo desse poço
Então deixo-me retesar
Invocando a propulsão desse chão condenado
Para disparar-me feito bala de canhão
Para rasgar
Romper
Desmascarar o céu
Eis aqui então
A minha declaração de guerra
Eis aqui então
Como chegarei até vocês
Na linha de frente
Onde avançaremos dançando
Em direção ao fogo
Em direção ao sol.

Anúncios

~ por jeronimooo em janeiro 14, 2009.

9 Respostas to “HOMEM AO MAR? HOMEM BALA!”

  1. Eu caio sim, mas não deixo-me estatelar no chão;
    Não será uma queda que irá quebrar meus ossos
    Não será uma queda que irá paralisar meus músculos

    Em direção ao fogo! Em direção ao sol!

  2. Eu caio sim, mas não deixo-me estatelar no chão;
    Não será uma queda que irá quebrar meus ossos
    Não será uma queda que irá paralisar meus músculos

    Em direção ao fogo! Em direção ao sol!

  3. mas o chão é escorregadio e se retesar no fundo de um poço ilusório nem sempre é fácil…
    talvez possamos alçar vôo como uma pipa…em meio há um vento suficientemente forte.

  4. Não quero saber de “talvez” ou o que pode ser mais “fácil”. Estou potencializado em minha certeza, num chão que eu mesmo atingi. Não se trata aqui de descobrir a melhor possibilidade e sim de agir imediatamente. Ou você acha que ainda há tempo para esperar o vento certo? Não, não há tempo! E se eu escorregar e o tiro sair pela culatra, irei dizer essas palavras:

    “Eu caio sim, mas não deixo-me estatelar no chão;
    Não será uma queda que irá quebrar meus ossos
    Não será uma queda que irá paralisar meus músculos

    Em direção ao fogo! Em direção ao sol!”

  5. Você sabe Jeronimooo, vc sabe!estou completamente sem nenhum referencial, não sei mais se estou caindo ou alçando vôo… usarei minhas palavras – que já são suas – como uma das poucas coisas sólidas neste universo líquido.

  6. E o vento…pq não acreditar que seja ele quem espera por nós? ao invés de achar que nós eh q estamos esperando por ele? afinal de contas, o que existia antes da gente surgir “Criando sentido
    Onde só havia calma e vento”?

  7. Conte comigo.

  8. Eh meia noite…a luz palio agora eh baixa e linear ….jah nao retrata as sombras sobre as superficies… nao projeta mais a imagem do minotauro sobre as imensas paredes do labirinto……
    O suor no oniorico sudario eh que seca abaixo do seu corpo deitado, cotejando suas “infinitas formas….”

  9. onirico…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: