EM TEMPO

 

Chegou a hora
De sermos coroados
Pela violência sublime dessa tempestade
Para que possamos liderar
Majestosamente
O nosso próprio caos

Marcharemos
Como se dançássemos
Nasceremos
Do útero desse turbilhão
E faremos amanhecer
O nosso própiro fim

A única rosa possível.

Anúncios

~ por jeronimooo em outubro 15, 2008.

Uma resposta to “EM TEMPO”

  1. “torres, mastros, pontes, fios, luzes, apitos, sinais…
    sonhamos tanto que o mundo…
    …não nos reconhece mais.

    as aves, os montes, as nuvens…
    …não nos reconhecem mais.

    DEUS, NÃO NOS RECONHECE MAIS !”

    “Do útero desse turbilhão
    E faremos amanhecer
    O nosso própiro fim

    A única rosa possível.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: